O que é escoliose?

O que é a escoliose menina costas com escoliose

 

 

É uma deformidade torsional tridimensional da coluna vertebral e do tronco.

O QUE É ESCOLIOSE?

"A ESCOLIOSE É UMA PATOLOGIA QUE APRESENTA ASPECTOS MUITO COMPLEXOS. POR ESTAS RAZÕES A DEFINIÇÃO PROPOSTA NO ITALIAN NATIONAL GUIDELINES É MAIS COMPLETA: “É UMA DEFORMIDADE ESTRUTURAL COMPLEXA DA COLUNA VERTEBRAL QUE LIGA OS TRÊS PLANOS ESPACIAIS: NO PLANO FRONTAL, ELA SE MANIFESTA COM UMA FLEXÃO LATERAL, NO SAGITAL COM UMA MUDANÇA NAS CURVATURAS (MUITAS VEZES CAUSANDO A SUA REVERSÃO), E NO AXIAL COM UM MOVIMENTO DE ROTAÇÃO”.

Hoje é ultrapassado descrevê-la como “um desvio lateral da linha vertical normal da coluna vertebral. . .  consiste em uma curvatura lateral da coluna vertebral com uma rotação das vértebras dentro da curva", como ainda se lê em muitas fontes sobre o assunto.

Escoliose Estrutural e a Escoliose Funcional

Escoliose estrutural ou apenas escoliose, deve ser diferenciada da escoliose funcional que é uma curvatura espinhal secundária com causas extra-espinhais conhecidas, como por exemplo: diferença de tamanho em membros inferiores ou assimetria no tonus dos músculos para-vertebrais. Essa escoliose funcional é comumente reduzida total ou parcialmente depois que a causa é eliminada, por exemplo na posição reclinada.

Escoliose Idiopática

A Escoliose Idiopática representa 80% das escolioses estruturais. Esse termo foi introduzido por Kleingberg (1922) e é aplicado a todos os pacientes nos quais não é possível encontrar uma patologia específica causando a deformidade; de fato ela aparece em crianças aparentemente saudáveis e pode progredir devido a múltiplos fatores durante a cada "estirão", períodos rápidos de crescimento. Por definição a Escoliose Idiopática é de origem desconhecida e provavelmente devido a causas diversas.

A escoliose idiopática do adolescente é uma condição que afeta crianças entre os 10 anos e a idade adulta jovem e é descrita pela presença de uma curva anormal da coluna vertebral para a direita ou esquerda em forma de S ou C.

A escoliose idiopática do adolescente é de longe o tipo mais comum de escoliose e até 4% de todas as crianças entre 9 e 14 anos têm escoliose detectável.

Adolescentes com escoliose idiopática do adolescente são geralmente saudáveis. A maioria está completamente ativa, apesar da curvatura da coluna.

Meninas ou mulheres jovens correm maior risco do que meninos ou homens jovens, com 60 a 80 por cento de todos os casos ocorrendo em mulheres.

A escoliose idiopática do adolescente é regularmente deveria ser vista pelo pediatra ou médico de atenção primária, ou durante uma triagem escolar no início da puberdade ou durante um surto de crescimento.

O tratamento adequado para a escoliose idiopática do adolescente depende principalmente da gravidade da curvatura da coluna e da maturidade física do paciente.

Cada criança cresce em taxas diferentes e experimenta surtos de crescimento em diferentes idades, a idade do paciente não é tão importante quanto a idade óssea da criança.

A maioria das crianças ou adolescentes terá curvas suaves (10-25 graus) quando a escoliose idiopática do adolescente é diagnosticada pela primeira vez.

As curvas espinhais da maioria das crianças não progridem e nenhum tratamento adicional é necessário. No entanto, se a curva se tornar mais severa, o paciente precisa de um tratamento com PSSEs, Exercícios Fisioterapeuticos Específicos para Escoliose conforme recomendação  da SOSORT e pode precisar também de órtese.

O principal objetivo da órtese é iniciar o tratamento antes que o período de crescimento da coluna seja concluído.

 
 
Método Schroth ISST
sosort logo

O Instituto de Escoliose é Membro da SOSORT

SOCIEDADE CIENTÍFICA INTERNACIONAL DE TRATAMENTO

ORTOPÉDICO E REABILITAÇÃO DA ESCOLIOSE

Rolar para cima